Blog de Criação de Roteiros
Publicado em por Courtney Meznarich

Este mês na história do cinema: resumo de junho

  • Neste dia na história

    Aaron
      Sorkin

    • 58o aniversário feliz!

    Aaron Sorkin -

    Feliz aniversário, Aaron Sorkin! Mestre das histórias baseadas em diálogos, Sorkin conquistou uma carreira que roteiristas de todo o mundo reverenciam. Do filme "A Rede Social" a séries de TV como "The West Wing" e "The Newsroom", admiramos seu estilo e temos muito a aprender com ele.

  • Neste dia na história

    E.T. o
    Extraterrestre

    roteiro de

    • Melissa Mathison

    E.T. o Extraterrestre -

    Neste dia na história, Steven Spielberg lançou "E.T.: o Extraterrestre" em todo o mundo. Escrito pela finada Melissa Mathison, E.T. foi inspirado no amigo imaginário de infância de Spielberg. "E.T." se tornou uma das histórias mais famosas sobre amizade, e é considerado o maior filme de ficção científica de todos os tempos.

  • Neste dia na história

    Diablo
    Cody

    • 51o aniversário feliz!

    Diablo Cody -

    “Ter seu filme produzido é o próprio prêmio. Só isso já é um milagre”, disse a escritora e produtora Diablo Cody. Ela faz 41 anos este ano. Feliz aniversário para essa premiada escriba de "Juno" (Oscar de Melhor Roteiro Original), "O Mundo de Tara" e "Jovens Adultos".

  • Neste dia na história

    Psicose

    roteiro de

    • Joseph Stefano

    Psicose -

    Foi apenas depois do lançamento de "Psicose" que os telespectadores ficaram realmente convencidos de que filmes de terror urbano fariam grande sucesso. Antes disso, os filmes de monstros eram abundantes, mas o roteiro de Joseph Stefano - baseado no romance de Robert Bloch - causou arrepios no público que ainda sentimos até hoje. Stefano é conhecido por ter assumido muitos riscos ao escrever este roteiro, inclusive matando a estrela no meio do filme.

  • Neste dia na história

       A Canção
           da Vitória

    roteiro de

    • Robert Buckner
    • Edmund Joseph

    A Canção da Vitória -

    "A Canção da Vitória" deslumbrou o público com seu retrato musical e biográfico de George M. Cohan, conhecido como o proprietário da Broadway. O roteiro é creditado a Robert Buckner e Edmund Joseph, mas os irmãos Epstein ("Casablanca") também contribuíram para este filme vencedor do Oscar em 1942. Ele foi nomeado para várias listas Top 100 da AFI, e escolhido para preservação no Registro Nacional de Filmes dos EUA pela Biblioteca do Congresso.

  • Neste dia na história

    Billy
         Wilder

    • 113o aniversário feliz!

    Billy Wilder -

    Billy Wilder foi muitas coisas: roteirista, cineasta, produtor, jornalista e artista. Por mais de cinco décadas, ele criou filmes como "Quanto Mais Quente, Melhor", "O Pecado Mora ao Lado", "Crepúsculo dos Deuses", "Pacto de Sangue" e "Se Meu Apartamento Falasse". A AFI homenageou Wilder com seu Prêmio Lifetime Achievement, e ele também recebeu a Medalha Nacional de Artes norte-americana. Ele teria 113 anos em 22 de junho, mas seus filmes continuarão em nossos corações e mentes por muitos anos.

As imagens deste blog foram modificadas e apareceram originalmente em Wikimedia Commons.

Você também pode se interessar por…

4 problemas comuns de diálogo em um roteiro

Os roteiros devem ser leituras concisas, precisas e feitas quase sem esforço. Mas existem problemas comuns de diálogo que confundem a pureza do roteiro, deixando o leitor se arrastando por páginas e páginas de enrolação. Felizmente, esses problemas são fáceis de detectar durante uma reescrita. Leia atentamente quatro problemas de diálogo comuns que você provavelmente encontrará (e arrumará) agora. 1) Diálogo excessivo Recentemente, encerramos o Concurso de Roteiro de Uma Página “Get Writing” da SoCreate, e os resultados são fascinantes. Onde alguns escritores reclamaram ...

Como escrever um idioma estrangeiro em um roteiro

Hollywood, Bollywood, Nollywood ... no século 21, os filmes são feitos em todos os lugares. E, enquanto a indústria cinematográfica se expande, também aumenta nosso desejo de ouvir vozes mais diversas, incluindo línguas que talvez não entendamos. Porém, com a formatação rigorosa do roteiro, como utilizar um idioma estrangeiro para melhorar a autenticidade da sua história e, ao mesmo tempo, torná-lo legível e não confuso? Não tenha medo: existem algumas maneiras simples de adicionar diálogos em idioma estrangeiro ao seu roteiro, sem necessidade de traduções ...

Atos, cenas e sequências - Qual deve ser a duração de cada um deles?

Se eu tivesse que indicar meu adágio favorito, seria aquele que diz que as regras servem para ser quebradas (a maioria delas; limites de velocidade são exceção!), mas você deve conhecer as regras antes de poder quebrá-las. Portanto, lembre-se disso enquanto lê o que eu chamo de "diretrizes" de timing para atos, cenas e sequências em um roteiro. Existe um bom motivo para essas diretrizes, no entanto (assim como para os limites de velocidade 😊); portanto, não exceda muito os limites, ou você poderá pagar por isso mais tarde. Vamos começar do início. Um roteiro de 90-110 páginas é ...

Comentários