Blog de Criação de Roteiros
Publicado em por Courtney Meznarich

Como usar cargas positivas e negativas para estruturar ótimas cenas

"Idealmente, toda cena é um evento da história."

Robert McKee

Como fazer para estruturar ótimas cenas? Cada cena deve contar sua própria história, revelar os valores dos personagens e levar o enredo adiante. Se não, você deve descartá-la. Pelo menos, essa é a sabedoria compartilhada pelo premiado roteirista, jornalista, autor e podcaster Bryan Young (SyFy.com, StarWars.com, /Film, HowStuffWorks.com) e pelo guru dos roteiros Robert McKee.

Preparado para escrever cenas melhores? O Software de Roteiro SoCreate pode ajudar! Certifique-se de entrar na lista para experimentar o SoCreate quando lançarmos as avaliações do beta privado. A inscrição é grátis, .

Entrevistamos Bryan sobre como escrever ótimas cenas e sequências em seu roteiro, e ele disse que isso se resume a dois elementos: cargas positivas e negativas.

"No que diz respeito ao desenvolvimento de cenas e sequências, eu gostaria de relembrar o trabalho de Robert McKee, especialmente em seu livro, "Story", [e] sua teoria sobre as cargas positivas ou negativas das cenas", explicou Bryan. "Se você está tendo um problema com a progressão da cena ou com o desenvolvimento da cena, certifique-se de que esteja entrando em uma cena com uma carga e que esteja saindo da cena com uma carga diferente."

Isso significa que a cena deve sofrer uma reviravolta e precisa como se fosse seu próprio filme dentro do filme. Uma cena deve apresentar algum conflito, seja dentro do personagem, um obstáculo no caminho do personagem ou um valor em jogo para o protagonista – seja ele a verdade, o amor ou outra coisa.

"Eu uso muito “Star Wars” como um exemplo disso”, Bryan começou. "Luke Skywalker está realmente animado e ansioso por esses androides. Então, quando a cena termina, ela termina com uma carga negativa, porque seu tio diz: "Não, você não pode sair com seus amigos ou sair da fazenda. Você tem que limpar esses androides."

O tio de Luke está atrapalhando seu caminho e sua aventura.

"Quando entramos na próxima cena com Luke, começamos com aquela carga negativa. Ele está brincando com seus brinquedos. Está abatido", explicou Bryan.

Mas, então, tudo muda.

"Ele fica animado porque vê uma mensagem da princesa. A cena termina com uma carga positiva, porque ele está muito animado com a perspectiva dessa aventura."

E isso continua.

"Acontece essa montanha-russa de cargas alternadas nas cenas."

Se você puder mapear em seu roteiro as cargas positivas e negativas de suas cenas, seu roteiro não terá qualquer monotonia. Haverá mudanças constantes e dinâmicas, [e] isso vai fazer seu roteiro soar bem, e fará com que as pessoas que estão lendo queiram virar as páginas para descobrir o que acontece a seguir.
Bryan Young
Roteirista

Se uma cena não apresenta uma carga oposta no início e no final, você deve se perguntar qual é o propósito dela em seu roteiro. Como McKee explica em "Story", muitas vezes, os escritores afirmarão que a cena serve como uma exposição para o roteiro, seja um local, eventos atuais ou pano de fundo, mas um ótimo escritor fará essa exposição em outro lugar. Ela não deve ocupar uma cena inteira. "Se você puder mapear em seu roteiro as cargas positivas e negativas de suas cenas, seu roteiro não terá qualquer monotonia. Haverá mudanças constantes e dinâmicas, [e] isso vai fazer seu roteiro soar bem, e fará com que as pessoas que estão lendo queiram virar as páginas para descobrir o que acontece a seguir."

É isso o que desejamos. Algo que faça a página virar de verdade,

Você também pode se interessar por…

O que faz uma boa história?

O que faz uma boa história?

Seja qual for o meio – roteiro, escrita de romance ou mesmo um ensaio –, a história é o aspecto mais importante. Sem uma boa história, o que você tem? Grandes personagens são interessantes, mas para onde eles estão indo? A cena que você montou é linda, mas o que está acontecendo nela? Você precisa fazer com que o público se preocupe com o que está acontecendo, e você faz isso com uma história que o atraia e o deixe envolvido. Então, o que faz uma boa história? Hoje, vou falar sobre os elementos fundamentais. Drama - Você precisa de conflito! Não se engane minimizando o...
Veteran TV Writer Ross Brown Tells Writers How to Come Up With New Ideas

Como criar novas ideias para seu roteiro, com o veterano escritor de TV Ross Brown

O veterano roteirista e produtor de TV Ross Brown trabalhou em algumas das comédias mais adoradas dos anos 80 e 90 nos Estados Unidos, incluindo “Step by Step”, “The Facts of Life”, “Who’s the Boss” e “The Cosby Show”. Portanto, ele precisava criar novas ideias para seus enredos praticamente todo dia. Queríamos saber: como os profissionais criativos em tempo integral fazem isso? A resposta dele me surpreendeu e, considerando a frequência com que ele escreve, você não deve ter nenhum problema em usar essa técnica para reunir ideias próprias suficientes para começar seu...

Atos, cenas e sequências - Qual deve ser a duração de cada um deles?

Se eu tivesse que indicar meu adágio favorito, seria aquele que diz que as regras servem para ser quebradas (a maioria delas; limites de velocidade são exceção!), mas você deve conhecer as regras antes de poder quebrá-las. Portanto, lembre-se disso enquanto lê o que eu chamo de "diretrizes" de timing para atos, cenas e sequências em um roteiro. Existe um bom motivo para essas diretrizes, no entanto (assim como para os limites de velocidade 😊); portanto, não exceda muito os limites, ou você poderá pagar por isso mais tarde. Vamos começar do início. Um roteiro de 90-110 páginas é ...

Comentários