Blog de Criação de Roteiros
Publicado em por Courtney Meznarich

Como desenvolver personagens, com a roteirista e produtora Monica Piper

As melhores histórias são sobre personagens. Eles são memoráveis, únicos e relacionáveis. Porém, dar personalidade e propósito aos seus personagens não é tão fácil quanto parece. É por isso que amamos quando escritores experientes compartilham seus segredos, como estes a seguir da escritora Monica Piper, vencedora do Emmy.

Você talvez reconheça o nome de Monica por programas de sucesso como “Roseanne”, “Rugrats”, “AAAHH!!! Monstros” e “Mad About You”. Ela nos disse que sua receita para grandes personagens é uma combinação entre confiar no que ela sabe e no que vê, além de uma pitada de conflito.

  • Saiba como seu personagem existe no mundo físico dele

    “Acho que as pessoas escrevem melhor sobre o que sabem. Quando eu estava escrevendo minha peça, pensei na minha avó. Você sabe como ela dirigia? Olhando para a expressão no rosto do passageiro”, ela disse.

    É essencial conhecer o mundo físico do seu personagem e como ele existe dentro dele – seja isso como eles se vestem, como são ou como se movem ou agem. Ou, nesse caso, como dirigem!

  • Baseie seu personagem na verdade (ou em verdades)

    “Eu tento basear os personagens com um elemento de verdade e familiaridade de alguém que eu realmente conheço, um amigo que tem peculiaridades engraçadas, um parente, um vizinho”, explicou Monica. “Às vezes, eu combino personagens. Reúno traços de pessoas que conheço e os transformo em um único personagem.”

    É claro que sonhar com personagens é muito divertido. Mas, muitas vezes, os personagens mais críveis e memoráveis são aqueles baseados na verdade. Há uma razão para você se lembrar da personalidade de uma pessoa real específica! Dê a seus personagens essa mesma cortesia. Isso os torna únicos, assim como você e eu.

  • Torne seus personagens coadjuvantes opostos ou complementares

    “Pense em um personagem que facilmente entrará em conflito com outro personagem – como polos opostos. Olhe para as pessoas ao seu redor. Às vezes, apenas sente-se e observe as pessoas com um caderno de notas.”

    O objetivo do seu personagem principal define o curso do filme. Porém, os personagens secundários são igualmente importantes, porque revelam as qualidades, falhas e desafios de seu herói e nos ajudam a entendê-los melhor. Eles devem ser complementares ou opostos. Um personagem complementar pode elevar seu líder quando ele se sente deprimido, ou reforçar um mau comportamento. Um personagem oposto ajudará a revelar falhas em seu líder e a apresentar novas perspectivas.

Se você está tendo problemas para sonhar com seu próximo herói, vilão ou membros de apoio do elenco, tente observar as pessoas. Judy Bloom, escritora prolífica e professora da MasterClass, recomenda escrever um monólogo interno para as pessoas que você vê. Qual o nome delas? Como estão se sentindo hoje? No que estão pensando? É uma excelente atividade para brainstorming.

Se você já tem um personagem em mente e precisa de ajuda para explorá-lo, comece a fazer perguntas sobre ele. Aqui estão 25 perguntas para seu personagem, adaptadas da MasterClass de Bloom, para saber mais sobre eles e garantir que sejam coerentes o suficiente para ter um propósito em seu roteiro:

  1. Qual é o nome do seu personagem?

  2. Qual é o sexo dele no momento?

  3. Quando é o aniversário dele e quantos anos ele tem no começo do roteiro?

  4. Como é a aparência dele?

  5. Qual é a disposição geral dele? Alegre ou mal-humorado?

  6. Onde ele vive?

  7. O que ele gosta de comer?

  8. Como ele se veste? Veste-se para impressionar, de maneira apropriada para a idade ou se veste para parecer mais jovem ou mais velho do que é?

  9. Que experiências importantes ele teve em sua vida?

  10. Ele sofreu alguma experiência traumática?

  11. Ele teve uma infância ruim ou uma boa infância repentinamente destruída por um evento traumático?

  12. No que ele pensa de maneira aprofundada?

  13. Ele tem alguma obsessão?

  14. Ele está apaixonado?

  15. Ele tem algum animal de estimação?

  16. Ele tem alguma doença?

  17. O que ele gosta de fazer em seu tempo livre, caso tenha algum?

  18. Como são os amigos dele?

  19. Quais são os hobbies dele?

  20. Com o que ele se sente mais envergonhado?

  21. Onde ele estava em seu primeiro encontro romântico, e com quem?

  22. Ele se incomoda com algo específico? E por quê?

  23. Qual é a melhor coisa que aconteceu com ele?

  24. Seu personagem mente? Nesse caso, a respeito do quê?

  25. O que poderia destruir seu personagem?

Lembre-se: seus personagens são fundamentais para sua história. Se você pode substituir seu personagem por qualquer outro personagem, e a história ainda fizer sentido, você apenas tem uma situação, e não uma história. Por que esse personagem é a única pessoa que poderia seguir nessa jornada?

Atenha-se ao seu papel,

Você também pode se interessar por…

A Screenwriter's Guide to Character Development from Disney Writer Ricky Roxburgh

Guia de desenvolvimento de personagens do escritor da Disney Ricky Roxburgh

Na minha opinião, há muitas coisas que a Disney faz muito bem quando se trata de contar histórias, e poucas pessoas podem argumentar que uma dessas coisas não é o desenvolvimento de personagens. É o motivo pelo qual crianças e adultos como eu não conseguem enjoar de personagens como Olaf, Princesa Tiana, Lilo & Stitch, Moana e muitos outros. Então, não poderíamos pensar em ninguém melhor para nos ensinar alguns truques da Disney do que Ricky Roxburgh, escritor de séries de TV da Walt Disney Animation Studios, incluindo “As Enroladas Aventuras da Rapunzel”...

escrever personagens dos quais as pessoas não se cansam em seu roteiro

Como escrever personagens dos quais as pessoas não se cansam em seu roteiro

Há muitos aspectos diferentes em um roteiro de sucesso: a história, o diálogo, o contexto. O elemento que considero mais importante, e com o qual conduzo o roteiro, é o personagem. Para mim, a maioria das ideias da minha história começa com um personagem principal distinto com o qual me identifico. Aqui estão algumas dicas para escrever personagens que seu público certamente irá adorar! Conheça os personagens do seu roteiro desde o início. Grande parte da minha pré-escrita consiste em escrever esboços para meus personagens. Esses esboços incluem tudo o que...

Escrever arcos de personagens

Dominando a arte do arco

Como escrever arcos de personagens

Possuir uma ideia para um personagem principal que inclua características incríveis não é suficiente para transformar seu roteiro no próximo blockbuster ou programa de TV premiado, infelizmente. Se você realmente deseja que seus leitores e, eventualmente, espectadores se identifiquem com seu roteiro, é preciso dominar a arte do arco do personagem. O que é um arco do personagem? Legal, preciso de um arco do personagem na minha história. Que diabos É um arco do personagem? O arco do personagem mapeia a jornada de transformação vivenciada pelo seu ...

Comentários