Blog de Criação de Roteiros
Publicado em por Courtney Meznarich

Vencedor do concurso Screenwriter Stimulus da SoCreate’s encara o prazo para seu primeiro esboço na 3ª semana

Surpresa! Kaylord Hill, vencedor do concurso Screenwriter Stimulus da SoCreate, conta para mim por que vai concluir o primeiro rascunho de seu roteiro do desafio de 30 dias esta semana. Fiquei chocada e impressionada, e mal posso esperar para ler! Tecnicamente, ele tem até o final do mês para entregar seu roteiro completo, mas explica no vlog desta semana por que está almejando o prazo final de 18 de dezembro para o primeiro rascunho.

Kaylord também detalha três coisas que ele nunca faz enquanto escreve um roteiro, mas que fez desta vez. Isso ajudará ou prejudicará o processo? Vamos descobrir em breve.

"Oi, pessoal, como vocês estão? Aqui é Kaylord Hill novamente. Estamos no final da segunda semana do desafio Screenwriter Stimulus da SoCreate. Obrigado, pessoal, por me acompanharem, por todos aqueles que me acompanham. E, se você está apenas entrando nessa jornada comigo, seja bem-vindo. Que bom contar com sua companhia.

Então, falei bastante sobre conselhos e marcos de aprendizagem que descobri nas últimas semanas em que escrevi, e divulguei muitos conselhos ou apenas coisas que descobri que funcionaram para mim, e que, você sabe, quero doar para a comunidade de escritores. Esta semana, ou hoje, eu realmente quero falar sobre as páginas e para onde minha história está indo.

Então, minha história é sobre duas pessoas. Uma delas é um restaurador divorciado, e a outra é uma terapeuta em luto que perdeu seu pai, e eles embarcam em uma jornada para reverter os cinco estágios do luto. E, então, a razão pela qual esta história significa muito para mim é que eu tive muitos amigos, familiares, etc., que enfrentaram conflitos pessoais quando se trata de lidar com a perda de uma carreira, a perda de um ente querido, ou a perda de um relacionamento. Então, isso tem sido uma coisa muito importante na qual eu queria me concentrar.

O primeiro rascunho, para mim, tem sempre a ver com contar a história para mim mesmo. E acho que, quando me dou conta disso, paro de me julgar tanto no primeiro rascunho. E comecei a deixar os personagens e a história virem até mim, e me dizerem "isso é o que queremos ser", "isso é o que precisamos ser". E, então, ao fazer isso esta semana, descobri que, nesta história que estou escrevendo, fiz duas coisas que normalmente não faço. Número um, acho que identifiquei sua escala e, em seguida, número dois, identifiquei os comparativos, e geralmente não mexo com comparativos. Então, eu diria que há uma coisa que normalmente não faço. Mas, para mim, os comparativos são “Remédio para a Melancolia” combinado com “A Princesa e o Plebeu”. Ambos têm jornadas de 24 horas. E eu percebi, escrevendo ao longo da última semana, que essa é a história. Esta é uma jornada de 24 horas sobre duas pessoas que estão de luto pela perda de um ente querido e pela perda de um relacionamento, tentando descobrir como superar o peso da tristeza antes que ela realmente os prejudique. Então, eles estão tentando ser mais preventivos do que reativos, e vamos ver se isso funciona ou não.

A outra coisa que eu normalmente não faço, a primeira coisa que eu normalmente não faço é não pensar se vou filmar isso ou não. Não penso se vou vender isso para a Lionsgate, ou se vou vender para a HBO Max, ou se vai ser um original da Netflix. Normalmente não penso nessas coisas. Mas desta vez eu pensei. E fiz isso porque realmente queria me apropriar dessa história. E um dos motivos pelos quais me mudei para Austin, Texas, é porque sou um cineasta ou contador de histórias independente. Então, eu queria filmar essa história. Quero filmar essa história e me apropriar de sua narrativa visual. Quero poder colocar, sabe, quero investir em todos os méritos que essa história possui. Então, eu realmente comecei a pensar sobre como posso escrever esta história em escala, com base na cidade em que vivo e com base em todas as comodidades que ela tem, e na forma como posso explorar Austin e como meus personagens podem explorar Austin de uma maneira que realmente sirva à história. Certo? E isso realmente me ajudou a pensar onde quero chegar com meu segundo rascunho.

Então, a escrita está indo muito bem. Está avançando em um ótimo ritmo. Estou com cerca de 40 páginas. Amanhã é o prazo, então, estou me sentindo muito bem em cumprir o prazo. Tenho cerca de 40 páginas. Mas, no final da noite, quero estar com cerca de 60 páginas, e o motivo disso é que pretendo terminar este roteiro neste sábado. Então, no final desta semana, planejo que esse roteiro esteja concluído. E eu quero fazer isso porque, para mim, há cerca de três coisas que quero fazer neste roteiro antes de entregá-lo no dia 28, e realmente quero dar o meu melhor. Certo? Então, meu objetivo é terminar este roteiro, o primeiro rascunho, no dia 18 desta semana, e, então, vou convidar meus amigos, meus amigos da escola de cinema com experiência em produção para dar uma olhada nele, e também meus amigos com conhecimentos de roteiros, para analisá-lo e fornecer algumas notas. Então, vou passar o máximo de tempo, como na véspera de Natal, no Natal e por aí vai, realmente focado e aprimorando as páginas, e apresentar a melhor história que eu puder.

Pessoal, isso é tudo. Estou focado nas páginas, "pages going down", como sempre digo. Até a próxima, continuem escrevendo e continuem lutando. Certo, até mais."

Kaylord Hill, vencedor do concurso Screenwriter Stimulus da SoCreate

Você também pode se interessar por…

Comentários