Blog de Criação de Roteiros
Publicado em por Courtney Meznarich

Ashlee Stormo: um dia na vida de uma aspirante a roteirista – o processo de edição

Fizemos uma parceria com a aspirante a roteirista Ashlee Stormo para mostrar a você como são os sonhos de criação de roteiros no mundo real. Hoje, ela nos mostrará como edita seus roteiros. Editar e reescrever pode ser um processo doloroso para os roteiristas: pode ser necessário remover alguns de seus personagens favoritos, acabar com um diálogo brilhante ou reorganizar completamente suas cenas para criar a história mais interessante possível. Ashlee aprende um pouco mais sobre edição a cada roteiro concluído, e está compartilhando suas principais lições até agora. Como é seu processo de edição? Compartilhe nos comentários abaixo!

"Olá, amigos! Meu nome é Ashlee Stormo. Sou aspirante a roteirista e queria compartilhar com você como revisitei meu roteiro que escrevi cerca de seis meses atrás. Eu queria aprimorá-lo para um concurso ao qual iria enviá-lo, e tinha um prazo muito pequeno.

Olá, amigos, e boa segunda-feira. Nesta semana, tenho muito a escrever no meu roteiro, e tenho muita edição para fazer. Na verdade, estou trabalhando dentro do prazo de um concurso. Neste domingo, minha mãe e meu pai lerão meu roteiro, porque ele é inspirado neles. Quero garantir que todos os detalhes estejam corretos e que eles não tenham nenhuma objeção. Então, eles podem me dizer o que gostam e o que não gostam. Tenho sete dias para editar um roteiro inteiro.

A primeira coisa que fiz quando comecei a editar foi a releitura. Dediquei dois dias para reler tudo e apenas fazer anotações sobre os problemas que tive com os personagens, com o desenvolvimento de personagens, com reviravoltas na trama, ritmo e diálogo. O diálogo é onde mais tenho dificuldades, o que parece bobagem, porque ele compõe a maior parte do roteiro. Mas acho um pouco mais difícil fazer os personagens parecerem diferentes, pois todas as vozes deles estão vindo de mim. Então, tentei prestar atenção especial ao diálogo. Depois que fiz esse brainstorm, defini uma programação para saber exatamente quantas páginas poderia escrever por hora e exatamente quantas páginas poderia editar por hora. Peguei meu calendário e fiz uma lista de quanto eu tinha que fazer por dia. E então, todos os dias, eu me forcei a editar aquela quantidade de páginas estipulada.

Enquanto meu computador está carregando, termino minhas anotações sobre o que preciso fazer pelo resto da semana. Basicamente, se você está lendo meu roteiro agora, ele está em ordem cronológica, e sempre soube que queria que ele não fosse linear, mas esperei até o processo de edição para reorganizá-lo, o que nunca farei novamente, porque é horrível. Então, estou basicamente dividindo-o em um gráfico de três atos, mas estou fazendo um gráfico de três atos para o futuro e o presente, para garantir que ambos tenham o entusiasmo que estou buscando.

Desenhar visualmente realmente me ajudou, porque eu pude ver as cenas que deveria adicionar. Eu também cortei muito. Cortei provavelmente, talvez metade, 40% a 50% do meu roteiro, e reescrevi muito rapidamente. Alguns conselhos de escrita que aprendi com uma autora ao ler as pequenas entrevistas que fazem na parte de trás dos livros é que ela disse que você nunca deve editar no próprio documento. Então, no trabalho, tenho meu notebook e também tenho o computador do trabalho. Então, tenho duas telas disponíveis para mim. No meu notebook, eu pegava meu roteiro antigo e, no computador do trabalho, abria um novo documento em branco e reescrevia tudo. Reescrever tudo me fez mudar detalhes que, de outra forma, talvez eu não tivesse notado. Talvez eu não tivesse reservado tempo para editá-lo. Acho redigitar tudo por completo que realmente ajuda. Você também pode fazer isso sem dois computadores. Basta dividir a tela.

Olá amigos, feliz sexta-feira. Já é sexta-feira. Eu deveria terminar meu roteiro até domingo, e estou estressada porque não estou tão adiantada quanto deveria. Basicamente, o motivo de eu estar tão atrasada é porque tenho passado algum tempo adicionando algumas cenas que nunca consegui acrescentar. Tirando as limitações de tempo, tudo está indo bem. Não estou estressada. Quando estava escrevendo um livro, fiquei estressada, porque era tipo: "Ah, preciso fazer isso". Porém, neste caso, é estressante por causa do prazo, porque quero trabalhar muito mais nisso e me dedicar muito mais, porque eu o amo muito e quero que ele fique bom. Então, o estresse produz boas vibrações. Mas, sim, hoje vou ter que continuar. Todo aquele truque de edição fora do documento, em vez de dentro do documento, realmente está levando muito tempo, mas realmente vale a pena.

Estamos no último esforço até o prazo final para um roteiro em que trabalho desde setembro. E, sim, procrastinei na edição da cena final mais importante. Então, vou trabalhar. Vou trabalhar na edição da minha cena final. Pedi no meu Instagram que as pessoas me dissessem qual era seu discurso inspirador favorito, desde um discurso de formatura até um discurso de filme ou desenho animado. Quero saber qual é o discurso inspirador favorito deles, vou maratonar creio que uma hora deles, anotando como é a estrutura de um discurso inspirador, e depois vou trabalhar rapidamente nesse projeto que tenho, hum, procrastinado. Nós amamos isso! Adoramos – um dia em nossa vida.

Então eu o editei pela última vez. Minha mãe o tinha lido. Ela me forneceu anotações. E, então, muito rapidamente, editei e enviei para o concurso. Estou aberta a continuar fazendo mais alterações nele. Não acho que só porque o enviei, isso significa que ele está 100% pronto e que não há espaço para melhorias. Eu adoraria retomá-lo.

Após a edição do meu primeiro roteiro, tenho algumas lições.

1. Duas telas são melhores que uma.
2. Esperar seis meses para editar me fez esquecer por que fiz algumas escolhas. Três meses, no máximo!
3. Definitivamente se certifique de que outra pessoa leia o roteiro.
4. Não seja preciosista em relação às cenas: se não contribuírem com o enredo ou com o arco do personagem, corte-as!
5. Descubra a estrutura antes de começar.
6. Durante o período de edição, consuma outro conteúdo do mesmo gênero.

Muito obrigada por assistir à minha opinião sobre edição. Certifique-se de seguirem a SoCreate. Eles são fantásticos. Eles são um recurso fantástico. E têm muitas ferramentas que me ajudaram durante o processo de edição. Eles até mesmo recomendam roteiros e têm profissionais que oferecem conselhos. Então, definitivamente, certifique-se de segui-los. Muito obrigada, boa sorte em seus roteiros!

Comentem abaixo sobre suas dicas de edição, o que estão editando e em quais projetos estão trabalhando. Adoraria saber mais sobre eles!"

Ashlee Stormo, aspirante a roteirista

Você também pode se interessar por…

Ashlee Stormo: A Day in the Life of An Aspiring Screenwriter

Ashlee Stormo: um dia na vida de uma aspirante a roteirista

Olá, roteiristas! Ashlee Stormo é uma aspirante a roteirista que está documentando sua vida cotidiana para compartilhar com todos vocês. Talvez você possa aprender com ela ou fazer uma nova conexão! De qualquer forma, esperamos que obtenha insights a partir das séries semanais dela nos próximos meses. Você pode se conectar com ela no Instagram ou Twitter em @AshleeStormo. De Ashlee, sobre o vídeo abaixo: "Hoje, quero mostrar a vocês como alterno dois empregos enquanto ainda consigo arrumar tempo para escrever. Também comento como a COVID-19 impactou minha escrita...
Roteirista analisa quadro de conceitos

Descrição do trabalho de um roteirista

O que faz um roteirista? Um roteirista escreve roteiros, mas talvez você tenha se perguntado o que exatamente isso implica. Como os profissionais de roteiro descrevem seu trabalho? Continue lendo enquanto desmistifico a descrição do trabalho de um roteirista! Fundamentos do trabalho de roteirista: para que serve um roteiro? Bem, os roteiros podem ser usados para todos os tipos de meios, incluindo cinema, televisão, peças teatrais, comerciais, plataformas online ou até mesmo videogames. O roteiro é essencialmente o plano de tudo o que vai acontecer, incluindo cenário, ação e...

Os roteiristas mais jovens do mundo

Os roteiristas mais jovens do mundo

Às vezes, realizações significativas acontecem cedo na vida das pessoas, e devemos celebrá-las. É por isso que vemos artigos listando as realizações das pessoas mais jovens em uma infinidade de campos: atletas, autores, diretores e inventores. Então, por que nunca vi uma lista de roteiristas? Escrevi este blog para que seja exatamente isso, uma lista dos roteiristas mais jovens a alcançar o sucesso! Lembre-se: o sucesso acontece em todas as idades. Mais jovem roteirista creditado: O escritor mais jovem creditado é Aaron Seltzer, que coescreveu "Duro de Espiar" aos 22 anos...

Comentários