Blog de Criação de Roteiros
Publicado em por Courtney Meznarich

Roteirista Kaylord Hill aprende a dominar seu processo de escrita de roteiro na 2ª semana de seu desafio de roteiro de 30 dias

Estamos nos aproximando da metade do desafio Screenwriter Stimulus da SoCreate. Faltando pouco mais de duas semanas, nosso vencedor Kaylord Hill está aprendendo muito sobre o que é realmente necessário para escrever um roteiro de longa-metragem em apenas um mês. Mas, se ele conseguir, a recompensa será doce: US$ 4.000 em dinheiro e um roteiro finalizado antes de finalmente encerrarmos o ano de 2020.

Mas há outra coisa que Kaylord espera tirar desse processo de quatro semanas que não tem nada a ver com o dinheiro ou com o roteiro. Ele explica abaixo na atualização do vlog desta semana.

"Oi, pessoal, como vocês estão? Aqui é Kaylord Hill, novamente. Estamos na segunda semana do concurso Screenwriter Stimulus da SoCreate, e estou me sentindo muito positivo, muito abençoado e muito calmo – o mais calmo possível para escrever um longa-metragem em um mês. Então, as coisas estão indo bem.

Então, para começar a segunda semana, entreguei minhas 20 páginas na segunda-feira, o que foi muito bom. Eu tirei 24 horas de descanso, porque acho que isso é um indicativo de que meu processo consiste em sempre me dar espaço. Então, da mesma maneira que eu meio que escrevo por 45 minutos e faço uma pausa de 15 minutos quando estou com pressa, ou se passo três a quatro dias escrevendo cinco páginas, seis páginas, dez páginas, doze páginas, assim que alcanço uma meta, eu me dou uma pausa de 24 horas. E a razão disso é que, 24 horas depois, posso voltar às páginas com meu espírito renovado para escrever um pouco mais e criar um pouco mais.

Há três coisas que quero deixar para vocês hoje, as quais foram úteis para mim ao longo desta jornada. E, vocês sabem, é cedo, mas três coisas que realmente têm sido ótimas para mim: então, número um, eu diria, resumir. Acho que se você é um escritor que gosta de escrever dez, 15, 20 páginas, vá em frente. Você sabe, vá em frente. Isso é incrível. No entanto, se você também é o escritor que gosta de... Você sabe que gosto de escrever duas, três páginas, resuma, resuma, resuma, acho que há muito a ser dito sobre como resumir. E, honestamente, isso é algo contra o qual tenho lutado. Porque, às vezes, honestamente, acho que há essa ideia de que, se você não está escrevendo de 15-20 a 25-35 páginas por dia, você realmente não criou ou realmente escreveu. E isso é uma espécie de falácia. Se você escreveu uma página, você escreveu. Se você escreveu uma cena, você escreveu. Se você escreveu uma cena de diálogo, escreveu bem hoje. Então, eu acho que a concisão às vezes é subestimada. Então, realmente, neste processo, estou buscando a concisão. Estou tentando levar o tempo necessário, mas também me apressando e sendo produtivo ao mesmo tempo.

Número dois: para mim, eu tive que decidir, realmente, realmente decidir, quando estarei no meu máximo auge produtivo. Certo? E, então, para muitas pessoas, isso quer dizer escrever de manhã, escrever depois do almoço, escrever à noite quando a casa está limpa. Para mim, gosto de começar cedo. Gosto de começar por volta das 6 da manhã e ir até cerca de 3 ou 4 da tarde. E, então, nesse período, faço oito ou nove sprints de 45 minutos com intervalos de 15 minutos e, em seguida, cerca de uma hora para o almoço ou algo assim. Eu acho que é muito, muito importante decidir qual é o seu processo – descobrir quando você está no seu melhor, encontrar as coisas que o motivam a escrever. Então, depois de encontrar essas coisas, depois de reunir essas quatro ou cinco coisas, assuma a propriedade delas. Assuma seu processo e decida que é isso que você faz. Isso é o que você precisa para criar seu melhor trabalho. Então, isso também foi muito importante para mim nesta experiência.

A última coisa que vou deixar é: a jornada é tão importante quanto o destino. Então, no final disso, terei um roteiro de 90-120 páginas, e isso será incrível. Mas uma coisa em que continuo pensando e relembrando é que, se eu apenas sair dessa experiência com um roteiro, sinto que meio que me enganei. Eu acho que esta é uma grande oportunidade para maximizar, realmente explorar, experimentar como eu abordo os personagens, como abordo a história, como abordo a estrutura. Então, por mais que eu me dedique a escrever, investindo o máximo de tempo para avaliar, analisar e refletir com meus colegas, meus amigos da escola de cinema, sobre o que estou aprendendo neste processo, compartilhando com eles e vendo o que eles pensam, e também ouvindo os comentários deles. A jornada é muito, muito importante. Na verdade, você sabe, minha jornada para competir no Screenwriter Stimulus deste ano foi muito, muito impactante. Então, uma das coisas que falei na minha carta de apresentação foi a jornada que percorri desde o ano passado, desde que recebi a notícia no ano passado. E perder, de alguma forma para mim, foi muito, muito bom porque me permitiu e me motivou a dizer, tudo bem, eu preciso me apoderar desse processo. Posso não competir na SoCreate novamente. Estou feliz por ter feito isso. Estou feliz por estar aqui com vocês, pessoal. Mas isso realmente me desafiou a ver minha escrita e ver da mesma forma a experiência que está associada à escrita.

Então, trata-se da jornada, e não apenas do destino. Espero que todas as páginas estejam indo bem. Continuem criando páginas. "Pages are always going down". Até a próxima, pessoal! Da próxima vez, farei uma atualização sobre o andamento das páginas. Até lá, pessoal, vejo vocês em breve."

Kaylord Hill, vencedor do concurso Screenwriter Stimulus da SoCreate

Você também pode se interessar por…

Comentários