Blog de Criação de Roteiros
Publicado em por Courtney Meznarich

O processo de criação de roteiros deste veterano roteirista de TV é diferente da sabedoria convencional

Eu leio isto o tempo todo: a melhor maneira de terminar um primeiro rascunho é simplesmente começar a escrever, colocar as palavras na página, evitar parar para fazer correções e esperar até o próximo rascunho para começar com os detalhes. “Rascunho vomitado”, eles chamam. Porém, o processo de criação de roteiros que funciona para muitos escritores não funciona para todos, e o veterano roteirista e produtor de TV Ross Brown é a prova disso.

Mantenha seu lugar na fila, roteirista! Estamos chegando perto de lançar o software SoCreate Screenwriting para um número limitado de testadores beta. , sem sair desta página.

Ross “chegou lá”, por assim dizer, obtendo uma carreira bem-sucedida na TV e no cinema com séries e filmes como “Step by Step”, “Vivendo e Aprendendo", “The Cosby Show” e “Férias Frustradas”. Ele atualmente é o diretor do programa de mestrado em redação criativa da Antioch University em Santa Bárbara. Seu processo de escrita é o oposto de um esboço vomitado.

“Costumo ser um daqueles escritores que escreve lenta e deliberadamente”, afirmou. “Algumas pessoas escrevem muito rápido e podem escrever 30 páginas por dia, e depois dizer: 'Bem, elas estão todas terríveis', e passar a próxima semana e meia revisando essas 30 páginas. Eu tendo a escrever uma cena de cada vez e a revisá-la um pouco antes de ficar satisfeito em seguir para a próxima cena.”

Para alguns escritores, o problema com essa abordagem está em perderem seu fluxo criativo ou ficarem tão insatisfeitos com seu trabalho que o excluem por completo e voltam à estaca zero.

Mas, para Ross, obter uma ideia de como a história funcionará o ajuda a saber que está no caminho certo rumo ao final. Como ele sabe para onde está indo, pode olhar para trás e ver onde esteve sem problemas.

“Quando estou escrevendo um roteiro, sempre faço um esboço primeiro, porque os roteiros são estruturados de maneira muito rígida”, ele afirmou.

Porém, mesmo que seu meio seja menos estruturado que um roteiro, ele ainda começa com um esboço grosseiro.

“Se estou escrevendo uma peça, encontro talvez quatro ou cinco momentos-chave e tenho uma ideia aproximada da estrutura dela. Então, sinto-me confortável para escrever.”

Não existe uma maneira certa de tirar sua história da cabeça, é claro, mas você deve ter um bom entendimento do que desencadeia bloqueios criativos. Mesmo se você for um escritor de rascunhos vomitados, um esboço é sempre um excelente lugar para começar. Você pode começar com esboço simples ou com um esboço detalhado conforme desejar, dependendo de quanto da história elaborou em sua cabeça.

“Em termos do quanto esboço com antecedência, isso varia dependendo do que estou escrevendo", concluiu Ross.

Costumo ser um daqueles escritores que escreve lenta e deliberadamente”, afirmou. “Algumas pessoas escrevem muito rápido e podem escrever 30 páginas por dia, e depois dizer: 'Bem, elas estão todas terríveis', e passar a próxima semana e meia revisando essas 30 páginas. Eu tendo a escrever uma cena de cada vez e a revisá-la um pouco antes de ficar satisfeito em seguir para a próxima cena.
Ross Brown
Escritor de TV e produtor veterano

Adoraria saber como você prefere escrever. Como é seu sistema? Comente abaixo.

O aspecto bacana do Software de Roteiro SoCreate é que ele vai funcionar para você, não importa seu processo de pré-escrita (ou a falta dele), e, em última análise, tornará toda a jornada mais satisfatória e divertida. Espero que você já esteja na lista do beta privado, mas, se não estiver, . Poderemos notificá-lo assim que o software SoCreate estiver pronto para ser testado.

Então, tenha um plano – ou não.

Faça o que funcionar para você,

Você também pode se interessar por…

Why Disney Writer Ricky Roxburgh's Writing Process Might Work For You, Too

O cronograma de escrita que ajudou o escritor da Disney Ricky Roxburgh a se profissionalizar

Entrevistamos muitos roteiristas, e há uma coisa que todos têm em comum: eles são extremamente disciplinados quando se trata de seu período de escrita profissional E pessoal. Mesmo que um roteirista tenha um emprego bem remunerado, ele geralmente trata seu próprio período de escrita como um trabalho de período integral. Se você está enfrentando problemas com seu processo de escrita, siga algumas dicas de profissionais como o escritor da Disney Ricky Roxburgh, que escreve "As Enroladas Aventuras da Rapunzel" e trabalha regularmente em outros programas de TV...
So, You Want to Be a Screenwriter? TV Writer Monica Piper Says to First Ask Yourself This Question

5 conselhos da comediante e roteirista de TV Monica Piper para novos roteiristas

Se você chegou até este blog porque recentemente decidiu tentar escrever roteiros, está no lugar certo! Seja para escrever por diversão ou para tentar ganhar a vida algum dia, é sempre bom ouvir conselhos de outros escritores talentosos que obtiveram carreiras de sucesso. Hoje, esse conselho vem da comediante, escritora e produtora de TV vencedora do Emmy, Monica Piper. Piper participou de programas de TV como “Roseanne”, “Rugrats: Os Anjinhos”. “AAAHH!!! Monstros” e “Mad About You”. Portanto, sua especialidade é comédia, mas sua variedade...
Screenwriter Noel Braham Explains His Screenwriting Process

Como um assistente de produção sem-teto inspirou o cineasta Noel Braham a escrever roteiros que fazem a diferença

O cineasta Noel Braham estava encerrando uma noite de produção do seu segundo curta metragem, The Millennial, quando foi confrontado com uma história que tocou seu coração. A inspiração estava bem à sua frente. “Eu tinha um assistente de produção que me ajudava de forma voluntária… trabalhando incansavelmente, sem reclamar. Era incrível trabalhar com o cara.” Braham se ofereceu para levar o AP para casa, e, a princípio, ele recusou. "Ele disse apenas para eu deixá-lo na estação de trem, e eu disse que não, que daria uma carona até a casa dele." Agora compelido a revelar, o AP ...

Comentários