Blog de Criação de Roteiros
Publicado em por Courtney Meznarich

Dicas importantes da comediante Monica Piper para escrever comédia para programas de TV e filmes

O que torna algo engraçado? Embora isso seja algo extremamente subjetivo, teóricos e comediantes estabeleceram algumas diretrizes que podem aproximar você da escrita de algo que cause risadas garantidas. Entre nossa entrevista com uma comediante que literalmente me fez rir alto no set, combinado com outros conselhos científicos (sim, existem pessoas que estudam comédia!), hoje vamos ajudar você a encontrar a graça do seu próximo roteiro.

Mantenha seu lugar na fila, roteirista! Estamos chegando perto de lançar o software SoCreate Screenwriting para um número limitado de testadores beta. , sem sair desta página.

Monica Piper é uma escritora, comediante e produtora ganhadora do Emmy, cujo nome você pode reconhecer em programas de sucesso como "Roseanne", "Rugrats: Os Anjinhos", "AAAHH!!! Monstros" e "Mad About You". Ela é naturalmente engraçada, mas afirma que quase todo mundo pode ser.

"O engraçado está ao seu redor", disse ela. "Sua antena precisa estar ciente de onde ele está", porque você nem precisará encontrá-lo – e, como Monica nos disse, "o engraçado encontrará você”.

A maioria das coisas engraçadas em todas as culturas se encaixa em uma das muitas teorias da comédia, de acordo com Peter McGraw e Joel Warner. Eles escreveram este artigo na Slate sobre uma recente tentativa de uma teoria global unificada da comédia.

A Teoria da Superioridade diz que as pessoas riem do infortúnio alheio – como palhaçadas ou provocações, por exemplo. A Teoria do Alívio diz que as pessoas riem como um meio de aliviar sua própria tensão psicológica, superar suas inibições e revelar medos ou desejos reprimidos, e é por isso que algumas pessoas acham hilárias as piadas sujas. A Teoria da Violência Benigna diz que algo é engraçado quando atinge o equilíbrio precioso de ser errado ou ameaçador enquanto permanece razoável ou seguro. Obviamente, a pessoa para quem você está contando a piada importa quase tanto quanto a própria piada.

“As piadas mais engraçadas vêm de expectativas distorcidas”, Monica me disse, o que está na raiz da Teoria da Incongruência: quando há uma inconsistência entre o que você espera que aconteça e o que realmente ocorre.

Porém, teorias à parte, Monica disse que os momentos mais engraçados, especialmente na TV e no cinema, são derivados dos personagens.

O engraçado está ao seu redor. Sua antena precisa estar ciente de onde ele está. Às vezes, você nem precisará encontrá-lo. O engraçado encontrará você.
Monica Piper

As dicas dela para escrever roteiros hilários estão baseadas na história:

  • A comédia deve se basear em algum elemento da verdade

  • A comédia deve ter um ponto de vista

  • A comédia não pode ser emocionalmente neutra

"Como eu me sinto? O que odeio? O que amo? O que me confunde? A ideia é exagerar”, ela afirmou.

Se estiver com problemas para escrever uma piada, tente fazer o caminho contrário. O que não tem graça? Segundo os teóricos, uma piada muito extrema em ambos os lados de uma escala, entre algo benigno e uma violação, provavelmente não ressoará com seu público. A chave é encontrar o ponto ideal.

“Pense na história como o bracelete”, Monica afirmou. “Você precisa do bracelete antes de poder colocar os amuletos nele, e as piadas são os amuletos.”

Seriamente divertido,

Você também pode se interessar por…

3 Serious Mistakes Screenwriters Can Make, According to the Hilarious Monica Piper

3 grandes erros que os roteiristas podem cometer, segundo a hilariante Monica Piper

Estou surpresa que vocês não possam me ouvir rindo durante a maior parte da nossa recente entrevista com Monica Piper, escritora vencedora do Emmy, comediante e produtora cujo nome vocês talvez reconheçam de séries de sucesso como "Roseanne," "Rugrats: Os Anjinhos," "AAAHH!!! Monstros" e "Mad About You". Ela tinha muitas piadas para contar, e todas elas pareciam fluir muito facilmente. Além disso, ela tem experiência suficiente para saber o que é engraçado, e já viu erros suficientes para fornecer conselhos muito sérios sobre a carreira de roteirista...

10 dicas para escrever as primeiras 10 páginas

10 dicas para escrever as 10 páginas iniciais do seu roteiro

Em nosso último post, falamos sobre o "mito" (ou melhor, FATO) referente às 10 páginas iniciais do seu roteiro. Não, elas não são a única coisa que importa, mas certamente são as mais importantes quando o assunto é fazer seu roteiro ser lido na íntegra. Para mais informações sobre este tópico, confira nosso post anterior: "Desmascarando o mito: as 10 páginas iniciais do seu roteiro são a única coisa que importa?" Agora que compreendemos bem a importância delas, vamos conferir algumas maneiras de garantir que essas primeiras páginas do seu roteiro ...

Criar uma logline matadora

Prenda a atenção dos seus leitores em segundos com uma logline inesquecível.

Como criar uma logline matadora

Resumir seu roteiro de 110 páginas em uma única frase não é nada fácil. Escrever uma logline para seu roteiro pode ser uma tarefa assustadora. Porém, uma logline completa e refinada é uma das ferramentas de marketing mais valiosas, senão A MAIS valiosa, à sua disposição para tentar vender seu roteiro. Crie uma logline matadora e impressione os leitores com as dicas descritas no "Guia básico" de hoje! Prenda a atenção dos seus leitores em segundos com uma logline inesquecível. O que é uma logline? Imagine que você tivesse somente dez segundos para falar sobre seu novo ...

Comentários