Blog de Criação de Roteiros
Publicado em por Victoria Lucia

Como escrever um episódio piloto de TV

escrever um episódio piloto de TV

Nossas séries de TV favoritas tiveram que começar em algum lugar, e esse lugar é o episódio piloto. Um episódio piloto de TV é o primeiro episódio de um conjunto que apresenta ao público o mundo daquela série de TV. O roteiro deve estipular a história e os personagens para prender a atenção dos primeiros leitores (como agentes, produtores e outros) e, posteriormente, dos espectadores. Os escritores usam roteiros-piloto para apresentar ideias e podem até escrever alguns episódios adicionais para mostrar. Os escritores também usam roteiros-piloto para entrar na sala dos escritores. Frequentemente, os showrunners vão querer ver um roteiro de especificações escrito para a série para a qual estão contratando, bem como um roteiro-piloto com sua própria voz. Além disso, alguns escritores desenvolvem programas-piloto de TV como prova de conceito para um longa-metragem antes de começar a escrevê-lo.

Reserve seu lugar na fila, roteirista! Estamos mais próximos de lançar o Software de Roteiro SoCreate para um número limitado de testadores beta, de novatos a profissionais. sem sair da página.

Então, se você tem uma ótima ideia para uma série de TV e está pronto para sentar e colocar a história no papel, deixe-me mostrar por onde começar! Abaixo, apresento o que precisa ser incluído em um piloto de TV para preparar sua futura série para o sucesso.

Planejamento

Embora todos os roteiros exijam alguma pré-escrita para planejar e descobrir a história geral e os beats importantes, ela é ainda mais essencial para um roteiro-piloto. Você precisa saber aonde a história está indo além do roteiro-piloto e bem adiante no potencial futuro da sua série. Durante essa fase de pré-escrita, você pode criar o mundo da sua história, saber quem são seus personagens e descobrir os veículos do programa — ou seja, o que mantém o programa em andamento. Certifique-se de que sua ideia original tenha pernas que continuarão a gerar novas ideias, tramas e cenários para os personagens encontrarem. Você nunca deve querer que o público saiba como a série vai terminar, ou por outro lado, se ela vai acabar algum dia.

Decide qual tipo de série você escreverá

É importante considerar que tipo de série você está escrevendo. É uma série que conta histórias mais longas que dependem de cada episódio para se aprofundar e resolver os enredos (pense em “This Is Us”, da NBC, criada por Dan Fogelman)? Ou cada episódio existe como uma antologia independente (pense em “Black Mirror”, da Netflix, criada por Charlie Brooker) ou procedimental?

Uma série serializada é uma série de TV que depende da série como um todo para contar histórias complexas. Cada episódio se constrói e se conecta aos episódios anteriores e seguintes. As séries serializadas incluem “The Sopranos”, criada por David Chase, “The Walking Dead”, criada por Robert Kirkman ou “Game of Thrones”, criada por David Benioff e D.B. Weiss.

Uma série procedimental é uma série na qual onde cada episódio termina uma história. Você pode assistir a qualquer episódio de uma série procedimental e entender o que está acontecendo, porque não há um enredo abrangente de conexão de um episódio para o próximo. No entanto, os personagens principais geralmente são os mesmos. Pense em “Law & Order”, criado por Dick Wolf, ou “Criminal Minds”, criado por Jeff Davis.

Existem séries que combinam um pouco dos dois? Curiosamente, sim! Séries como “Hannibal”, criada por Bryan Fuller, “The Good Wife”, criada por Michelle e Robert King, e “Fringe”, criada por J.J. Abrams, incluíam elementos serializados e procedimentais ao longo delas. Em última análise, não é necessário que sua série seja de um tipo ou de outro, mas você precisa entender o que ela é para escrever o roteiro e, em seguida, apresentá-lo às pessoas de maneira que elas entendam.

Outro tipo de série de TV que vemos mais são as antologias. Uma antologia é diferente dos tipos acima porque cada episódio ou temporada apresenta um enredo inteiramente novo com um novo elenco de personagens. Com frequência, embora os enredos sejam diferentes, toda a série é sustentada pelos mesmos temas. Pense em “American Horror Story”, criada por Ryan Murphy, “True Detective”, criada por Nic Pizzolatto, e “The Twilight Zone”, criada por Rod Serling.

Pilotos de 30 minutos x 1 hora

Trinta minutos e uma hora são os períodos padrão para séries de TV. No entanto, as coisas estão mudando à medida que assistimos mais e mais conteúdo via streaming. As comédias costumavam ser o único tipo de conteúdo de 30 minutos, mas agora vemos um aumento nos dramas e dramédias de 30 minutos, como "Atlanta", criada por Donald Glover, "Barry", criada por Alec Berg, e "Russian Doll”, criada por Natasha Lyonne, Leslye Headland e Amy Poehler. Ao pensar quanto tempo seu roteiro deve durar, considere qual período melhor servirá para sua história, agora e no futuro.

Estrutura

Escrever um piloto de televisão não é muito diferente de escrever um longa-metragem. Quando se trata de estruturar um longa, os escritores usam todos os tipos de estruturas de atos diferentes. Quando se trata de escrever uma série de TV de uma hora, a estrutura é um pouco mais padronizada. As séries de uma hora começam com uma seção de teaser e geralmente são seguidas por quatro ou cinco atos. Um teaser é uma pequena introdução, geralmente ambientada em um único local, que dura alguns minutos (entre duas a três páginas). O teaser se destina a provocar alguns conflitos sobre os quais os espectadores descobrirão mais no episódio. "Criminal Minds", mencionado acima como uma série procedimental, faz bem essa parte de teaser, se você estiver procurando por um exemplo.

As coisas podem ser um pouco menos estruturadas quando se trata de criar uma série de 30 minutos. Como eu disse antes, vemos muita reinvenção nas séries de 30 minutos, então, ao escrever uma, é melhor simplesmente pensar em termos de começo, meio e fim.

A melhor maneira de aprender sobre a estrutura e formatação de pilotos de TV é lendo roteiros-piloto de TV. Estão disponíveis abaixo os links para pilotos de TV que você pode ler gratuitamente online! Confira!

Roteiros-piloto de TV

Assista aos episódios-piloto de algumas de suas séries de TV favoritas. Como eles apresentam a ideia geral da série enquanto provocam futuras histórias? Como você pode recriar coisas em seu próprio roteiro que o piloto de sua série favorita tenha feito bem? Além de ler e assistir a séries de TV, a outra melhor maneira de aprender é fazendo. Portanto, comece a trabalhar e a escrever seu piloto! Você sempre pode ajustar os elementos mais tarde. Boa escrita!

Você também pode se interessar por…

escrever um esboço de roteiro

Como escrever um esboço de roteiro

Então, você tem uma ideia de roteiro. E agora? Você mergulha direto e começa a escrever, ou faz algum trabalho de pré-escrita primeiro? Todo mundo começa de maneira diferente, mas hoje estou aqui para falar sobre os benefícios da criação de um esboço de roteiro! Comecei a escrever um roteiro tanto apenas mergulhando direto quanto criando um esboço bem elaborado. Qual método eu uso dependerá do roteiro. Quando começo direto, há uma espontaneidade que funciona em alguns projetos e me revela alguns aspectos durante o processo de escrita. Se a sua história...

Atos, cenas e sequências - Qual deve ser a duração de cada um deles?

Se eu tivesse que indicar meu adágio favorito, seria aquele que diz que as regras servem para ser quebradas (a maioria delas; limites de velocidade são exceção!), mas você deve conhecer as regras antes de poder quebrá-las. Portanto, lembre-se disso enquanto lê o que eu chamo de "diretrizes" de timing para atos, cenas e sequências em um roteiro. Existe um bom motivo para essas diretrizes, no entanto (assim como para os limites de velocidade 😊); portanto, não exceda muito os limites, ou você poderá pagar por isso mais tarde. Vamos começar do início. Um roteiro de 90-110 páginas é ...

escrever webisódios para uma websérie

Como escrever webisódios para uma websérie

Como roteirista, é benéfico indicar a alguém um trabalho produzido e poder dizer: "Eu escrevi isso!" Criar uma websérie pode ser uma maneira econômica de divulgar seu trabalho e lançar sua carreira. Uma pergunta que muitos escritores têm é a seguinte: "Como faço para escrever uma websérie?" Existe uma estrutura padrão para roteiros de longa-metragem e para a TV, mas existe alguma para websérie? Qual deve ser a duração dos webisódios? Vou responder a todas as suas perguntas enquanto detalho como escrever webisódios para uma websérie abaixo...