Empresa

A criação da SoCreate não tem sido uma corrida ou maratona ... Mas uma jornada.

Assim como muitas das jornadas épicas que você assistiu na telona, a história da origem da SoCreate é repleta de altos e baixos, saltos gigantes à frente seguidos por reveses, sucesso e perigos significativos, tudo isso ao mesmo tempo. Nossa história é pessoal e real. É uma história de foco e determinação incansáveis para cumprir uma missão. Nosso fundador sonhou com a SoCreate há 20 anos, e estamos muito perto da grande revelação – uma revelação que será apenas a ponta do iceberg. Caso esteja intrigado e se perguntando como seria possível imaginar uma plataforma de tecnologia duas décadas atrás que ainda poderia ser relevante atualmente, você não está sozinho. Todo mundo pensa que isso não é possível, até conferir pela primeira vez. Acreditamos que a SoCreate irá mudar tudo.

Nossa história começou em uma pequena fazenda de uma cidadezinha.

Nosso fundador, Justin Couto, cresceu em uma pequena fazenda, em uma pequena cidade, numa família de trabalhadores, reparadores e solucionadores de problemas. Se algo não funcionasse como precisavam, eles resolveriam o problema com quaisquer materiais ou ferramentas disponíveis. Quando você cresce nesse ambiente, nunca para de identificar e resolver problemas que o impedem de ser produtivo. Isso está no seu DNA, e não há como desativá-lo.

Enquanto estava na faculdade em busca de uma carreira em cinema, Justin estava aprendendo a escrever roteiros e ficou completamente frustrado com o processo. O software padrão da indústria que ele usava era tosco e pesado. Isso o atrapalhou completamente e acabou com seu fluxo criativo. Havia muitos detalhes que ele precisava saber apenas para começar. Era uma ferramenta grosseira que mal superava a alternativa de não utilizá-la. Foi terrível. Justin não conseguia parar de pensar nisso. Ele ficou obcecado. Por que esse processo era tão pouco inspirado, ele se perguntou? Como algo tão divertido pôde ser transformado em algo parecido com uma morte por mil agulhas? Ele não pôde deixar de pensar em todos os incríveis contadores de histórias que esse processo deve ter atrapalhado. E precisava arrumar isso.

Ao mesmo tempo em que Justin estava obcecado com a terrível experiência como roteirista, ele também estava bancando sua faculdade trabalhando em um provedor de serviços de internet onde estava aprendendo a escrever códigos.

Então, durante uma noite em 1999, depois de um dia de faculdade, trabalho e uma sessão frustrante de criação de roteiro, Justin estava em sua sala de reflexão (também conhecida como chuveiro), quando a inspiração bateu. Depois de meses trabalhando em ideias diferentes sobre como melhorar a criação de roteiros, Justin deixou de lado a tradição. Ele imaginou uma experiência completamente nova que reduziria drasticamente as barreiras e aumentaria a diversão dos roteiristas. Empolgado por suas ideias, Justin saiu do chuveiro e programou até tarde da noite. Ele trabalhou nisso por meses antes de finalmente concluir que suas habilidades e a situação atual da tecnologia não estavam prontas para o que ele sabia ser a resposta. Então, naquele momento, Justin decidiu arquivar suas ideias e prometeu encontrar uma maneira de entregá-las no futuro, quando o mundo estivesse pronto. Ele jamais poderia imaginar o quão distante isso seria no futuro.

Logo em seguida, surgiu uma nova ideia para a qual Justin sentiu que o mundo estava pronto. Com a ajuda de amigos, Justin trouxe uma nova criação ao mundo e cofundou uma startup chamada Somnio World Web Solutions, para oferecer um dos primeiros sistemas modernos de gerenciamento de conteúdo do mundo. O CMS, como é chamado atualmente, estava à frente de seu tempo – quatro anos à frente do WordPress. Justin e seus parceiros trabalharam dia e noite em prol do lançamento. Então, pouco antes do lançamento, ocorreu o crash da bolha .COM, devastando o mundo da tecnologia tão intensamente que as pessoas realmente acharam que os sites eram apenas uma moda passageira. Mesmo assim, Justin e seus parceiros continuaram e lançaram seu CMS algumas semanas depois... Para quase ninguém. Sua solução de CMS era incrível e à frente de seu tempo, mas não houve absolutamente nenhum alarde.

A situação piorou com os ataques de 11 de setembro de 2001. Justin e seus parceiros continuaram por mais três anos, financiando sua startup por meio de cartões de crédito até a aquisição dela por outra empresa em março de 2004.

Justin aprendeu duas lições com essa experiência. A primeira: nunca espere até finalizar seu software para começar a falar ao mundo sobre ele. Quanto mais cedo você o fizer, mais tempo terá para aumentar o interesse das pessoas. Segunda: confie em si mesmo para obter financiamento. Se o financiamento vier fácil? Ótimo. Só não dependa disso, pois ele pode não estar lá quando você precisar.

Quatro anos depois, mesmo após uma saída bem-sucedida, Justin ainda estava obcecado com o problema da criação de roteiros. A essa altura, ele tinha se tornado um chamado. Agora, ele tinha decidido que sua segunda empresa garantiria o caminho para financiar sua terceira empresa – uma plataforma revolucionária de criação de roteiros.

O plano de Justin era simples. Criar uma segunda empresa através de um fluxo de receita recorrente que fosse grande o suficiente para financiar o desenvolvimento da plataforma de criação de roteiros, para que ele não tivesse que depender de fundos de risco para construir seu projeto dos sonhos. Por quase dois anos, ele economizou o máximo de dinheiro possível realizando trabalhos de consultoria. Então, no final de 2005, ele firmou parceria com seu primo, Billy Souza, diretor de tecnologia, para lançar a Couto Solutions. Um ano depois, eles expandiram a equipe, contratando o diretor de software Jami Lurock, o diretor de UX Brian Treese e a diretora financeira Rosa Couto.

Em 2010, as coisas estavam melhorando para a Couto Solutions. A equipe estreitou seu foco à criação de software para comunidades online. Dois anos depois, a diretora de operações Amy Pruett se juntou à equipe para ajudar a Couto Solutions a aumentar sua base de clientes corporativos. A lista incluía Microsoft, The March of Dimes, Lexmark, SlimFast e muitos outros. Os clientes confiavam no software da Couto Solutions para ajudar a expandir e gerenciar suas comunidades online – e pagavam bem por isso.

Em 2014, Justin havia economizado dinheiro suficiente para começar a transição para a construção daquilo com o qual estava sonhando todos esses anos, mas ele sentiu que a aquisição de um provedor de upstream seria ideal. E o negócio logo aconteceu. A expectativa aumentou à medida que o negócio passava para a fase de due diligence. Então, como em um pesadelo, tudo desmoronou. Na hora final, o provedor de upstream tentou alterar o contrato, e os termos deixaram de fazer sentido. A equipe fez o possível para fechar o acordo, mas perdeu a batalha quando outra empresa adquiriu o fornecedor de upstream, e mudou totalmente seu foco.

Justin ficou arrasado. Sua equipe da Couto Solutions estava pronta para renovar a marca e prosseguir à construção da plataforma de criação de roteiros. Porém, agora, Justin não achava que havia dinheiro suficiente no banco para fazer isso acontecer. Como a equipe poderia seguir adiante e garantir que a empresa sobreviveria? A equipe pensou junto e decidiu por uma solução híbrida: eles venderiam contratos de suporte aos seus concorrentes e, depois, assumiriam um novo grande projeto de desenvolvimento personalizado para um cliente existente. A empresa sobreviveria e seguiria em frente no projeto dos sonhos de Justin, mas o ritmo teria que ser muito, muito mais lento.

Em 1º de fevereiro de 2015, recriamos a marca e lançamos a SoCreate oficialmente. Foi um dia emocionante, cheio de esperança e entusiasmo. Tínhamos uma nova missão, um novo logotipo e um novo site. Era hora de contarmos ao mundo o que estávamos planejando fazer.

O ritmo continuou, mas lentamente. Foram necessários dois anos e meio para fazer a transição dos clientes da Couto Solutions para seus novos provedores de serviços. A equipe fez questão de ir além das obrigações contratuais para garantir uma mudança bem-sucedida para seus importantes clientes. Eles também tiveram que dedicar recursos ao projeto de desenvolvimento personalizado que estava ajudando a financiar a SoCreate.

Em 2017, enquanto a maioria da nossa equipe trabalhava no projeto de desenvolvimento personalizado, a diretora de operações Amy Pruett e Justin estavam encerrando mais de 50 entrevistas detalhadas com roteiristas profissionais em todos os níveis do setor. Dos roteiristas de maior sucesso em Hollywood àqueles que acabaram de conquistar seu primeiro trabalho pago, Amy e Justin queriam avaliar as ideias de Justin em relação à experiência das pessoas que fazem isso profissionalmente, e aprender tudo o que podiam sobre a indústria de criação de roteiros e sobre as necessidades dos roteiristas. Eles mergulharam em todos os mínimos detalhes sobre a maneira como cada pessoa trabalhava, seus fluxos de trabalho e processos criativos. E não deixaram nada a cargo de suposições. Eles entrevistaram escritores até o processo não revelar mais nada de novo.

No final, eles ficaram surpresos com o quão frustrados os roteiristas estavam com o software padrão do setor que usavam diariamente. De todos os roteiristas entrevistados, apenas uma pessoa disse que gostava das ferramentas que estava usando. Foi chocante a precisão das suposições de Justin durante todos esses anos. Vinte anos depois, literalmente nada havia melhorado. O mundo era totalmente diferente. Tínhamos o iPhone, a internet móvel e a nuvem, mas o mundo dos softwares de criação de roteiros havia estagnado.

A SoCreate, da maneira que Justin imaginou originalmente, resolveria cerca de 80% da frustração que os roteiristas tinham em todos os níveis de suas carreiras. Melhor ainda, as novas ideias que eles obtiveram ao mergulhar de cabeça e ouvir profundamente esses roteiristas permitiriam à equipe da SoCreate preencher essa lacuna restante de 20% e entregar a solução definitiva para a criação de roteiros.

O diretor de UX Brian Treese e Justin começaram a projetar o protótipo da SoCreate. A cada iteração, Brian e Justin compartilhavam o protótipo com os membros da equipe da SoCreate para obter os comentários deles. O processo levou quase dois anos para ser concluído. Quando o protótipo da SoCreate foi finalizado, surpreendeu a todos. Ele era simples, poderoso e divertido. Não podíamos estar mais orgulhosos.

Quando o protótipo foi concluído, o diretor de software Jami Lurock e Justin concretizaram as partes restantes da tecnologia que usaríamos para criar a SoCreate. A plataforma seria uma aplicação nativa na nuvem que poderia ser escalada para atender a pessoas do mundo inteiro.

Após a concretização da tecnologia, o projeto de desenvolvimento personalizado que assumimos para ajudar a financiar a SoCreate aumentou em seu escopo. O plano original era modernizar a interface do usuário de um aplicativo herdado interno para torná-lo compatível com os navegadores da web modernos. Então, depois que a equipe começou com a atualização do design, o cliente decidiu que queria mudar seu aplicativo para a nuvem e que não queria mais investir na tecnologia legada com a qual seu aplicativo foi desenvolvido. Como resultado, o projeto se transformou em quase que uma reescrita completa. Isso criou uma situação que gerou uma vantagem e uma desvantagem. No lado positivo, ela nos permitiu alinhar a tecnologia usada no projeto do cliente com a tecnologia usada para criar a SoCreate. Ao fazer isso, poderíamos ser pagos para aprender sobre a pilha de tecnologia na nuvem necessária para o projeto do cliente, e, depois, usá-la para criar a SoCreate com mais rapidez. Isso também traria receitas muito necessárias para ajudar a financiar a SoCreate adicionalmente no futuro. Foi um ganha-ganha. No lado negativo, isso nos atrasaria, e foi o que aconteceu. Em grande medida.

Mesmo em um ritmo mais lento, continuamos focados e avançando. Em outubro de 2018, a diretora de envolvimento com a comunidade Courtney Meznarich se juntou à equipe da SoCreate. O foco de Courtney era ampliar o trabalho que estávamos fazendo e conscientizar muito mais pessoas sobre a SoCreate. Quando Courtney começou, já tínhamos uma lista para o beta privado com pouco mais de 6.000 roteiristas. Esperávamos que Courtney pudesse aumentar essa lista e descobrir as melhores maneiras possíveis de alcançar as pessoas mais interessadas. Courtney mandou muito bem e rapidamente aumentou nossa lista beta para 10.000; depois, 15.000; e agora estamos chegando a 20.000 integrantes. A cada dia, nossa lista cresce, incluindo novos roteiristas interessados e que desejam algo novo. Estamos ansiosos pelo dia em que poderemos abrir um mundo totalmente novo para eles – e esse dia está chegando.

Em junho de 2019, quando começamos a pensar em nosso lançamento beta, ficou claro que precisaríamos melhorar nosso site, agora com quatro anos de idade. Estávamos traduzindo manualmente nosso conteúdo para oito idiomas diferentes, com o objetivo de atender a roteiristas em todo o mundo, e precisávamos reduzir o tempo desse processo. Também precisávamos de uma plataforma robusta o suficiente para escalar rapidamente nosso site de modo a oferecer suporte a todos os aspectos da nossa empresa, do recrutamento ao suporte. Além disso, era hora de expandir nossa marca, estabelecendo adicionalmente um visual com o qual as pessoas pudessem reconhecer e se identificar, em qualquer lugar.

Um ano mais tarde, em junho de 2020, lançamos este site que você está lendo. A única coisa à qual nos resta focar agora é concluir nossa plataforma e levá-la aos contadores de histórias em todo o mundo. Integramos mais engenheiros dedicados ao projeto, e as coisas estão acontecendo. Não poderíamos estar mais animados com o nosso futuro e com o futuro da criação de roteiros. A paixão está presente, agora mais do que nunca. Nada irá nos deter.

A jornada para a criação da SoCreate foi longa. Ela acaba com a sabedoria convencional que ensina como você "deveria" criar uma startup de tecnologia. Falhar rápido é o modo como ela é descrita, e a maioria das pessoas "conhecedoras" pensaria que você é louco por fazê-lo de maneira diferente. Somos diferentes. Pretendemos ser diferentes. Essa diferença é o que nos dá nossa visão, nossa vantagem e nossa trajetória única rumo ao nosso destino. Nada irá nos deter.

Vamos mudar a maneira como as pessoas contam histórias. Nossa missão é unir o mundo através do storytelling – e, todos os dias, chegamos um passo mais perto de fazer isso. Somos estratégicos e metódicos. Temos a ambição de manter o foco e o desejo de fazer acontecer. Nada irá nos deter.

Nossos valores centrais

  • Sempre priorizaros contadores de histórias

    Sempre priorizar
    os contadores de histórias

  • Manter asimplicidade

    Manter a
    simplicidade

  • Focar nosdetalhes

    Focar nos
    detalhes

  • Serdeliberado

    Ser
    deliberado

  • Trabalhar duro, ser inteligentee fazer o que é certo

    Trabalhar duro, ser inteligente
    e fazer o que é certo

  • Lembrar-se de que semprehá uma alternativa

    Lembrar-se de que sempre
    há uma alternativa

Fatos da SoCreate

  • Fundadaem 2015

    Fundada
    em 2015

  • Financiada internamente

    Financiada
    internamente

  • Localizada em San LuisObispo, CA

    Localizada em San Luis
    Obispo, CA

  • 23 funcionários presenciais

    23 funcionários
    presenciais

  • 2 principais projetos em andamento

    2 principais projetos
    em andamento

  • 15k+ escritores prontos para testar a SoCreate!

    15k+ escritores prontos
    para testar a SoCreate!

A história até agora …

Deseja entrar para nossa equipe?